NOTÍCIAS RECENTES

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

A Falácia dos 3 Milhões



(postado originalmente em Crónicas de um Sportinguista)

Farto-me de ouvir que somos 3 Milhões de Sportinguistas.

O INE há uns tempos fez um estudo que concluiu que o Sporting tem 3 milhões de adeptos e simpatizantes. Isto, para mim, representa zero.

Somos um país do futebol, onde nascemos com um clube, quer gostemos ou não de desporto. Não há quase ninguém (exagero, mas vocês entendem) que quando lhe perguntam de que clube são, responda que não tem pois é-lhes indiferente. Não. Existe sempre uma inclinação, pelo ambiente familiar, de amigos, etc.

Quantas vezes vemos pessoas que nem sabem o que é um fora de jogo, ou que nunca assistiram a um jogo no estádio ou não têm paciência para ver os jogos ao fim de semana? Mas todas essas pessoas têm um clube. É como um signo. Todos temos. Mas será que todos prestamos atenção a isso?

Vamos com valores reais. Temos à volta de 50 mil sócios pagantes, 100 mil no total. Temos talvez um universo de sportinguistas de 1 milhão (aqueles que realmente vêm os jogos, seja na TV, no Estádio ou no Café, que têm realmente interesse no clube).

Vamos lá parar de encher o peito com números pouco reais, ou pelo menos números que enganam. Temos tanto de que nos podemos orgulhar, como a Academia, as nossas Conquistas, as nossas Lendas, etc.

Não interessa se por termos números menores somos considerados mais pequenos, mais frágeis, etc. Nós sabemos o que o Sporting é. O Sporting somos Nós.

Interessa-me ter cada vez mais gente no estádio, cada vez mais gente apaixonada pelo clube, cada vez mais gente sócia.

Nós não somos 3 Milhões. Somos aquilo que somos. Somos Sporting.

Saudações Leoninas,

Sportinguista
Luis Bento disse...

Excelente artigo! Até podiamos ser apenas 5 mil, desde que esses dessem tudo o que têm pelo clube... ORGULHO EM SER DO SPORTING!

freeman disse...

Gostei da ideia, mas não gostei da palavra "falácia", claro que era melhor sermos só 1 milhão e sermos 1 milhão de sócios, mas a realidade não é assim e sabemos que quantos mais formos mais influência teremos a todos os niveis. São imprescindiveis as vitórias para nos multiplicarmos, porque, penso que temos menos adeptos agora do que há 30 anos atrás, pode ser que seja só impressão minha, gostaria que fosse.